Return to site

Será que a crise bateu a sua porta ou você que deixou a porta fechada?

Uma coisa que temos que reconhecer é que a atual crise é democrática, pegou a empresa de cem anos, pegou a de dez e a do ano passado, também não deixou a elite ou a classe trabalhadora de fora, em tempos de reforço da democracia acho que foi um exemplo e tanto.

Mas não é aí onde eu quero chegar, tenho visto inúmeros empresários transferindo a situação da sua empresa para o discurso pronto da crise, ok, preciso dizer que também fui pego por ela em alguns pontos; mas consigo dizer em quais pontos muito provavelmente não foi ela que afetou a sua, a minha ou a do nosso concorrente, e posso arriscar alguns remédios para estes pontos;

Seu produto - faz quanto tempo que você não olha para o seu produto com o mesmo olho que o seu cliente olha, tenha certeza, o seu produto de 5 anos atrás não atende o seu cliente como atendia antes, nem mesmo o criado no ano passado vai atender no ano que vem, por isso tenha alguém (ou você! Ninguém conhece seu produto melhor do que você, ou ao menos deveria ser assim) que constantemente ouça o cliente e entenda o que precisa mudar, não tenha medo a hora de mudar é agora, tenha certeza TODOS os seus clientes estão querendo algo novo, seja você o promotor da mudança e não o seu concorrente.

Seu Time - se você der uma volta em alguns posts sobre RH verá que a grande aposta das empresas vencedoras é a sua equipe, aposte neles, é mais fácil treinar alguém que já conheça o seu produto do que ter que trazer alguém novo que ainda terá que romper a barreira do conhecimento inicial, aposte forte em colocar as peças do seu tabuleiro no lugar ideal, sugira mudanças, converse com o time, veja o que eles esperam de você e da empresa, onde eles acham que seriam mais úteis, esqueça a hierarquia pesada, saia da cadeira da sua sala e converse com todos, geralmente quem executa a atividade na linha operacional tem ótimas sugestões de mudança.

Seu Cliente - pode parecer estranho, mas tem muita gente tentando vender para quem não pode ou não precisa comprar o produto, olhe novamente quem são os seus novos clientes, será que são os mesmos que os antigos, será que eles não mudaram e você continua querendo vender para as mesmas pessoas o que na verdade outras estão desesperadas por ter? Dê uma volta em seus clientes antigos e novos, descubra o que mudou, descubra onde está o seu oceano azul, conversar com um cliente novo sobre porque ele comprou de você pode ser a grande chave mestra para descobrir novos mercado.

Seu Caixa - o momento é ótimo para olhar como um todo para a empresa e enxugar o que está ineficiente e desnecessário; sai o luxo, fica o necessário, não tenha medo, pode ter certeza, os melhores empreendedores são os que sabem a hora de usar o smoking ou a camisa polo, vale cada centavo retido no caixa, ele vai te dar folego para sobreviver e ir além, como já dizia Beto Sucupira, "custo é igual unha, tem que cortar sempre", agora é a hora de pegar uma lupa e descer na operação.

Uma coisa esteja certo, a crise vai passar, alguns de seus concorrentes vão continuar, outros governos virão e novas crises chegarão, é difícil, mas é como tem acontecido por centenas de anos, somente os fortes e resilientes sobreviverão e espero que você faça agora. Viva o Novo!

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly